Observação: Djaniny Semedo

Posted on segunda-feira, janeiro 23, 2012 by nçaz.

Jorge Djaniny Tavares Semedo, contratado neste mês de Janeiro à UDLeiria, é um dos reforços que irá integrar a Equipa B do Sport Lisboa e Benfica na próxima temporada. Actualmente com 20 anos, Djaniny levou uma vida de sacrifício até assinar um contrato válido com o nosso clube. Há dois anos tinha acabado de chegar à ilha dos Açores, mais propriamente à modesta vila de Velas, em São Jorge. O jovem jogador foi descoberto num torneio em Cabo Verde pelo presidente da câmara local e ingressou naquela ilha açoriana de modo a que pudesse tirar o curso técnico-profissional de energias renováveis. Ficou hospedado num quarto na sede do Grupo Desportivo Velense e a sua alimentação era feita na escola. Em duas épocas ao serviço do Velense, Djaniny marcou cerca de 50 golos, recebendo rasgados elogios dos treinadores e dirigentes do emblema açoriano. No primeiro ano a que chegou ao arquipélago dos Açores, sempre no interregno escolar da Páscoa, treinou-se no Tirsense e no ano seguinte no Santa Clara. Porém, a hesitação do Santa Clara para garantir o ponta-de-lança africano foi fatal, tendo sido a União de Leiria a resgatar o jovem atleta para a cidade de Lis. Pedro Caixinha, então treinador dos leirienses na altura, ficou deveras impressionado com o jogador acabado de chegar à cidade de Leiria. Foi então que tudo começou. A titularidade na formação da Marinha Grande, as boas exibições até ao assédio do SLBenfica. Um conto de fadas que se deu à velocidade da luz com muito suor e sacrifício.

Relativamente às suas características, Djaniny deve ser actualmente o avançado mais interessante da primeira liga, pondo de lado os três grandes de Portugal. Move-se e aparece muito bem na grande área adversária, é ágil, possui uma boa qualidade técnica e guarda muito bem a bola quando os defesas fazem pressão. Nota-se que não tem medo de partir para cima do adversário, tem facilidade no remate e no seu estilo de jogo traz ainda alguns dotes técnicos do futebol de rua, com alguns traços de fantasia. Mesmo jogando fixo num sistema de somente um ponta-de-lança na formação actualmente liderada por Manuel Cajuda, Djaniny é um jogador que não pensa só em atacar como também ajuda, quando pode, defensivamente. Baixa muitas vezes no meio-campo para poder iniciar o contra-ataque da sua equipa e parte para o ataque destemido. Chegou esta temporada à Liga Zon Sagres com o rótulo de goleador mas até ao momento leva apenas dois golos marcados. Resta saber se a fama de goleador será demonstrada na segunda volta do campeonato, sendo a única observação menos positiva que tenho a apontar em relação ao atleta de 20 anos, todavia, não deve ser visto como um drama e não se pode pedir muito mais a um futebolista que faz a sua primeira época a titular num clube do primeiro escalão nacional.

Em suma, é um jogador bastante interessante que pode muito bem dar cartas de águia ao peito. Dos jogos que pude ver do futuro jogador encarnado, fiquei impressionado pela facilidade de movimentação e confirmar com os meus próprios olhos o porquê dos vários elogios que tem sido alvo ao longo desta temporada. As primeiras impressões são bastante positivas e a sua aquisição para longo-prazo é totalmente aprovada.

4 Response to "Observação: Djaniny Semedo"

.
Anónimo Says....

Nos Aceôres sócomia pã com Plonta.Fez bem vir pró coontenente.

.
João Coutinho Says....

Tem apenas 20 anos, vem para o Benfica B e com as nossas condições de treino vai evoluir muito... Mas temos que lhe dar tempo ainda claro.

Leave A Reply