Do alto ao baixo

Posted on terça-feira, agosto 21, 2012 by Pedro Peralta


Num só dia. Extremos de sentimentos. Ah, isto é ser adepto do actual Benfica.

Nélson Oliveira (2011)
Nélson Oliveira - Tive a oportunidade de assistir à vitória do Depor sobre o Osasuna no seu retorno ao primeiro escalão. Naturalmente curioso de ver os meninos da Luz pisarem os relvados duma das melhores ligas mundiais e na expectativa de os ver vencer e convencer, crescerem enquanto homens e jogadores. E há para tal há momentos decisivos, há factores que afectam mais que outros.

Quando perdes no campeonato logo no inicio do mesmo, não é grave. Ainda há muito para disputar. Mas a verdade é que vais começar logo a ter de remar contra o prejuízo, factor que se pode tornar extremamente intimidante e limitador. No plano pessoal acontece algo semelhante. O que um jogador consegue impôr logo desde o começo no clube pode ser determinante para a sua confiança durante toda a temporada.

Por isso, foi com um rasgado sorriso que pude observar o Nélson entrar aos 64 minutos para concretizar com uma calma e precisão impressionantes o segundo golo da sua equipa já a bater no tempo de descontos. É importante que comece bem, que ganhe confiança. Confiança que o ajuda a impôr o seu jogo, a ter oportunidades, a ter o apoio do seu treinador, a crescer. Com a estreia a marcar pela selecção e pelo Depor, é de adivinhar um boost de confiança e espero que seja capaz de o aproveitar.

Rui Gomes da Silva (Vice-presidente)
Rui Gomes da Silva - Mais tarde tive a oportunidade de assistir o Dia Seguinte. Não é meu costume assistir, não pelo programa em si mas não é comum assistir a programas de debate deste formato. Por várias razões que prefiro não explanar hoje. Mas ontem vi. Falou-se um pouco de tudo e claro, Luisão. Acho que até o Gervásio saberia que esse tema vinha à baila.

Ora bem, imaginemos este cenário: eu sou um mero adepto do clube, mas represento o seu nome num programa televisivo onde devo defendê-lo perante milhares de pessoas. Principalmente porque este é um meio de comunicação que influencia de sobremaneira a população. Então é melhor preparar-me. Estudar ao detalhe que tipo de assuntos podem surgir, como posso estar preparado para me defender em todos eles, que aspectos me poderão atacar com mais veemência. Principalmente num assunto, que pese embora eu ache que é uma caca, tem um mediatismo incrível (obrigado mais uma vez, CS) e um peso absurdo sobre a opinião das pessoas. Preparação para chegar à hora da verdade e deixá-los de rastos. Estou certo? Creio que sim.

Rui Gomes da Silva é mais do que isso. É vice-presidente. Não só é a voz no programa, como tem um outro estatuto perante a visão dos espectadores. É alguém realmente lá dentro. É alguém que realmente tem informação acima dos outros. E mesmo assim fez, provavelmente, a pior defesa ao Luisão que assisti nos últimos tempos. De tal maneira que o D. Ferreira no final da discussão afirma "bem sei que está a fazer o seu trabalho ao defender o jogador, e deve fazê-lo, mas a razão não está do seu lado" ao que RGdS responde já desgastado com um encolher de ombros. Pegou em detalhes que não interessam. Parecia um jovem de 10 anos a argumentar. E chegou ao ponto de dizer com um ar enraivecido (perto de se espumar em directo) "no relatório diz que o jogador atingiu com o ombro direito e foi esquerdo, ora ponham as imagens", imagens que mostram que ao haver contacto foi com com o ombro direito.

Poderia também explanar esse ponto, mas este post nem é contra o Gomes da Silva em particular. É a tristeza que me dá ver dirigentes do Benfica (se fosse outro era igual ou pior) a demonstrarem este tipo de amadorismo, este tipo de falta de preparação, este tipo de falta de sensatez com o envolvido. Por uns momentos, nem me lembrava do sorriso que tinha do golo do Nelson...

5 Response to "Do alto ao baixo"

.
MF Says....

O Nélson Oliveira tornar-se-à um avançado portentoso se lhe derem as oportunidades que precisa! Quanto ao sr. Rui Gomes da Silva, não é de hoje nem de ontem e presumo que seja sempre assim, esta incoerência e pouco discernimento para salvaguardar e/ou defender o Benfica.

Dirigentes do Benfica hoje são parece-me assalariados, ao sabor da corrente e que ao contrário do portista exacerbado e sportinguista astuto desse programa, não sabem defender a mística benfiquista e a verdade desportiva.

Escolhem os maus para nos defender e manipulam as massas. É a estratégia (deficiente) da nossa direcção.

Saudações benfiquistas!
-MF

.
Pedro Peralta Says....

MF,

Toca aí num ponto que acho de facto importante. Aliás, é tema que irei escrever um dia destes pelo que tanto que me incomoda. "Manipulam as massas". Hoje em dia tudo é pensado para manipular mentes, guiar os sócios ao voto. A liberdade de pensamento é uma mentira, uma utopia. Andamos a basear o pensamento em tudo o que é produto Benfica (actual) e que é manipulado para nos guiar esse mesmo pensamento. Vai-nos safando a blogosfera, que escreve o que tem a escrever sem rodeios e sem manipulações

E sobre o Nélson tem toda a razão. É por isso mesmo que é bom começar bem. Quem demonstra em campo, tem mais oportunidades. Com mais oportunidades, maior o crescimento. Já que não veste as nossas cores, que seja para ser o mais útil possível.

Forte abraço!

.
max Says....

Em relação ao Sr. Gomes da Silva:

Devia estar incluído nos estatutos do clube que nenhum funcionário do clube pudesse participar em programas de opinião. (excepto na benfica TV)

A mim não me importa muito que quem lá está defende bem ou mal o clube, porque na verdade são programas de opinião, todos nós temos direito à nossa, e quem lá vai é para defender a opinião pessoal em relação ao clube...é a opinião de 1 benfiquista, não de todos...
Eu concordo com umas ideias e não concordo com outras... como todos nós.

O que me aflige é que o Rui Gomes da Silva é Vice-presidente do clube... agora eu pergunto como é que ele pode separar a sua função no clube e a sua opinião??? Ele pode dizer que está lá apenas como benfiquista, mas é díficil que o que diga não seja uma comunicação oficial...

(não sei se me faço perceber)

Nunca deveria ser permitido que qualquer funcionário do clube participasse em programas de opinião como comentador. (excepto na BenficaTV, por razões óbvias)
Devia estar nos estatutos do clube esta condicionante.


Não sei se concordam comigo, mas como tudo é só mais uma opinião de um benfiquista...

Abraço

.
Pedro Peralta Says....

max,

Não podia estar mais de acordo. Mas deixe-me só esclarecer uma questão que me parece não ter ficado transparente:

- Eu não condeno nem julgo as opiniões do Gomes da Silva. Aliás, quem sou eu para dizer que as opiniões de X são mais válidas que as de Y? São opiniões, nada mais. Mas o que falo no artigo não se trata propriamente duma opinião, mas sim de uma defesa. Se eu, como mero adepto e sócio do clube, fosse confrontado com a defesa de um jogador poderia defendê-lo mas sempre com o material preparado para tal. Se não está preparado, não fale. Isto eu, que sou um mero sócio...

- Gomes da Silva é muito mais do que isso. E aqui não podia estar mais de acordo consigo. Ele nunca conseguirá separar o adepto do vice-presidente. Até porque sendo funcionário passa a imagem duma pessoa com conhecimento directo dos acontecimentos. Quando não consegue defender um jogador baseado nos factos (e não opiniões), criando frases que de certa forma envergonham-no e envergonham a instituição que ele trabalha (para além de representar no clube). Para além de que nunca terá a liberdade de dizer algo que realmente pense mas vá contra o mentalidade do clube. Porque o cão não ladra, morde mesmo...

Obrigado pelo comentário! Forte abraço

.
max Says....

Pedro,

Concordo consigo, pois sendo ele Vice do clube mais obrigação teria para ir preparado para um debate desta natureza e só sendo muito ingénuo é que não acreditaria que iriam puxar do assunto...

A meu comentário decorreu dele ser "opinador" profissional num programa de TV, e ser funcionário do clube, nem foi de ele defender bem ou mal o clube. Percebi bem o que queria demonstrar com o post.


Cumps

Leave A Reply