Nélson Oliveira

Posted on segunda-feira, agosto 22, 2011 by Fly

Nélson Miguel Castro Oliveira este é o nome do recente galardoado pela FIFA com a Bola de Prata que distingue o segundo melhor jogador do Mundial de sub-20.

Nélson Oliveira nasceu para o futebol em Barcelos.

Aos 8 anos ingressou no Santa Maria, escolhendo lá jogar em detrimento do Gil Vicente. Cedo começou a balançar as redes adversárias, desde logo despertando a cobiça de clubes de maior nomeada. Aos 11 anos, Nélson tem a oportunidade de treinar no Sporting de Braga. Dias mais tarde, a equipa arsenalista, agradado com as exibições do jovem Barcelense, entra em contacto com os pais do mesmo para passar a representar as cores do Braga. Assim foi, Nelsón acabou por assinar pelo Sporting de Braga

Na primeira época, o jovem luso começou logo a competir com jogadores um ano mais velhos.

Na segunda temporada tornou-se no melhor marcador do campeonato, cotando-se como uma das grandes figuras da equipa.

No primeiro ano de iniciado, Nélson Oliveira passou pela filial do Sporting de Braga: o Grupo Desportivo Bairro da Misericórdia. Nessa temporada, Nélson Oliveira foi constantemente afectado por dores de crescimento e sofrendo algumas lesões, mas estas eram apenas o resultado natural de uma notória evolução física.

Um ano mais tarde regressou ao Sporting de Braga.

O número de golos alcançados diz quase tudo sobre a sua última temporada no Minho: nada mais nada menos que 58 tentos, golos que despertaram a cobiça dos “grandes” de Portugal.

O Benfica começou a dar sinais de o querer incluir nas suas fileiras, de seguida surgiram sondagens do Porto e do Sporting, até mesmo o Chelsea propôs-lhe uma semana de treinos em Londres. Porém, o jovem avançado já tinha a sua decisão tomada, Nélson ficou encantado com o Centro de Estágio do Seixal e o seu coração benfiquista impôs a decisão final.

Com apenas 14 anos, Nélson Oliveira sai da sua terra natal para seguir o seu sonho, envergar a camisola do seu clube de coração.

Após uns meses, mais umas etapas são saltadas, Nélson está novamente entre os mais velhos, com o técnico João Couto a inclui-lo no lote de Juvenis A.

Apesar de ter passado muitas vezes pelo banco de suplentes, o avançado teve um papel mais activo na última fase do campeonato, ganhando experiência para a temporada seguinte, na qual se sagrou pela primeira vez campeão nacional.

Sob o comando de João Couto, o avançado português sagrou-se campeão, estando em foco nessa época. Com a motivação e a confiança em alta, o avançado alcançou a excelente marca de 33 golos em 34 jogos, guiando a sua equipa à vitória final na prova.

Aí começou o despontar do “Ibrahimovic português”…

Nélson começa a ser pretendido por clubes da primeira Liga, começaram a aparecer propostas de empréstimo.

Na época 2009/2010, o jovem avançado é cedido ao Rio Ave. Nessa época, Nélson não se conseguiu impor, fazendo 12 jogos com exibições bastante apagadas e sem conseguir balançar as redes adversárias.

Na época seguinte, novo empréstimo, desta feita ao Paços de Ferreira. Nélson passa a ser aposta de Rui Vitória, seu conhecido dos tempos de juniores do Benfica. Com 30 jogos, 19 deles como suplente utilizado, Nélson fez 5 golos e 3 assistências. Aí já se viu mais de Nélson Oliveira...

Finda a época no clube Pacense, Nélson foi um dos seleccionados por Ilídio Vale para o Mundial Sub 20 na Colômbia.

No Mundial, Nélson deixou o perfume do seu futebol nos relvados colombianos. O avançado terminou a prova com quatro golos, dos sete apontados pela equipa lusa.

Não posso reduzir o Mundial do Nélson aos golos e assistências. Nélson deu um salto qualitativo brutal na minha opinião. Aquela sobranceria e arrogância que via no Nélson não foi vista no Mundial, vi sim um jogador voluntarioso, aguerrido, batalhador, humilde… Tecnicamente sinceramente não me surpreendeu, sempre vi nele qualidades inatas.

"Nélson Oliveira é o ponta-de-lança português do futuro." (Rui Águas)

Espero que Nélson mantenha o nível que patenteou no Mundial mas acima de tudo que mostre garra de querer vencer no mundo futebolístico. A qualidade está sem sombra de dúvidas lá, compete ao Nélson e ao Benfica saber gerir da melhor forma o seu presente e futuro.

Obrigado Nélson, por me teres deliciado nestas madrugadas com o teu futebol, e acima de tudo por ver a tua evolução, a forma diferente para muito melhor como encaraste o jogo.

Espero que tenha sido o despontar de uma estrela, o mundo do futebol e particularmente o Benfica agradecem.

2 Response to "Nélson Oliveira"

.
JV Says....

Não fiquei surpreendido. Este jogador tem vindo a melhorar ano após ano, sempre com os pés bem assentes no chão , sem vedetismos , sabendo que tem que melhorar ainda mais. É um excelente jogador e tem uma óptima cabeça. Aposto que vai dar jogador de nível internacional .

Leave A Reply