O difícil tornou-se fácil

Posted on terça-feira, agosto 28, 2012 by nçaz.

Uma goleada de 6-0 ao ex-líder da Segunda Liga. Quem diria, não é verdade? A segunda divisão portuguesa tem destas coisas mas, a vitória tão expressiva de ontem, excede os limites da imprevisibilidade. Houve, novamente, muito empenho e vontade de triunfar por parte dos pupilos de Norton de Matos. Miguel Vítor e Jardel formaram, inesperadamente, a dupla de centrais da formação B do Sport Lisboa e Benfica diante do Belenenses.

Miguel Vítor, André Gomes e Jardel marcaram no primeiro tempo; Ivan Cavaleiro (bisou e torna-se assim no melhor marcador da competição) e João Mário marcaram os últimos três golos na etapa complementar. Mais um bom jogo da equipa B, mais uma vitória frente a um dos candidatos à subida. Jogo bonito e de processos simples que resultaram numa goleada completamente inesperada. A Equipa B, que tem como objectivo a manutenção no segundo escalão do futebol português, começa a tornar-se numa surpresa agradável e, por este andar, o objectivo da permanência será assegurado mais rapidamente do que todos previam. O trabalho realizado por Norton de Matos com estes jovens é de realçar.


Destaques:

Dupla de centrais, MV e Jardel - Segura e intransponível. Duas autênticas muralhas. Deram uma enorme segurança e tranquilidade no centro da defesa. A experiência de ambos foi notória em campo e anularam por completo os homens do Restelo.

João Cancelo - Ofensivamente faltam-me palavras para o descrever. Não me gosto de tornar repetitivo, até porque já o referi no jogo contra o Feirense, mas demonstra uma grande capacidade atacante para um jovem ainda com idade de júnior. Defensivamente esteve bastante melhor em relação aos últimos encontros.

Carole - Bem a incorporar-se no processo ofensivo, porém, poderia ter apoiado mais o extremo do seu corredor. Defensivamente, na primeira parte, não teve muito trabalho, devido a um Paulo Roberto desinspirado que lhe facilitou a tarefa. É o melhor lateral-esquerdo que o Benfica tem nos seus quadros, contudo, é curto (ainda) para a formação principal.

Leandro Pimenta e André Almeida - Formaram o duplo-pivot no meio-campo encarnado e foram muito importantes no equilíbrio que deram à equipa. Almeida, principalmente, começa a revelar-se uma boa surpresa nesta equipa B, dada a sua boa capacidade de passe e forma como sai a jogar.

Miguel Rosa - Forte a equilibrar o corredor do seu lado e foi notória, uma vez mais, a sua excelente qualidade de passe. Apesar de não ter realizado uma exibição deslumbrante como as anteriores esteve uma perfomance de bom nível. Em determinadas alturas demorou algum tempo a soltar a bola, algo que não é costuma ser comum em Rosa. Fez a assistência para o primeiro golo de Cavaleiro num processo colectivamente simples mas bonito. Atirou ainda a bola ao poste superior que originou o último tento da noite, apontando por João Mário.

André Gomes - Bastante inteligente, com classe, boa visão de jogo e qualidade de passe. Apontou um golo e realizou uma exibição positiva.

Ivan Cavaleiro - Mais dois golos e é actualmente o melhor marcador da Segunda Liga. Um começo de época soberbo para o extremo oriundo da formação. Jogador de processos simples, não complica, bem a aparecer em espaços mais interiores, portador de boa qualidade técnica e, juntamente com João Cancelo, fazem um corredor direito de excelente qualidade. Tem demonstrado grande frieza à frente da baliza e a prova disso são os 5 golos que já apontou na competição. Num clube bem estruturado, Ivan na próxima temporada teria lugar no plantel principal do Sport Lisboa e Benfica.

Correa - Muito bom sem bola e rápido a desmarcar-se. Não marcou mas complicou a vida aos defesas contrários.

1 Response to "O difícil tornou-se fácil"

.
Anónimo Says....

Bom artigo!

O Belenenses é bem orientado mais foi inofensivo perante os nossos jovens.

Destaco o duplo pivot, com Pimenta em vez de Luciano (apesar de este ter jogado bem anteriormente) a qualidade da posse de bola melhorou bastante.

O Carole foi o elo mais fraco da equipa...

Leave A Reply