Uma noite quase perfeita: Análise Individual

Posted on quarta-feira, agosto 24, 2011 by Krak

O Benfica carimbou hoje a passagem para a fase de grupos da Liga dos Campeões naquela que foi até agora a exibição mais convincente da época. Os Encarnados fizeram um jogo a roçar o brilhantismo com a maioria dos jogadores a exibir-se a grande nível, o que permitiu à equipa vencer o Twente por 3-1. O médio Witsel esteve em foco ao marcar 2 golos, enquanto que Luisão marcou o outro tento do Benfica. Já perto do final da partida Ruiz reduziu para os holandeses, golo esse que não tirou o brilhantismo à nossa vitória mas tirou a perfeição...



Como é hábito aqui no nosso espaço, irei então fazer uma pequena análise individual com base na observação em directo pela TV:

Artur - Apesar de mais uma vez ter sofrido golos, nada se pode apontar ao guardião Encarnado. Intervindo sempre bem no jogo quando foi chamado a isso ainda teve tempo para fazer uma defesa do outro mundo num voou espectacular. - 8

Maxi - Apesar de não ter feito uma má exibição considero que foi o elemento menos feliz da equipa titular. Algumas dificuldades a defender e pouco preciso no apoio ao ataque. Após a entrada de Ola Jonh sofreu imenso e mostrou-se incapaz de de parar o extremo adversário. - 5

Luisão - O Capitão do Benfica fez questão de assinalar uma marca histórica com o golo e uma assistência. 300 jogos de águia ao peito são um grande marco e Luisão é um símbolo vivo do Benfica. Como é seu apanágio, muito bem no comando da defesa e a fazer uma belíssima exibição. - 8

Garay - O argentino demonstra desde já um óptimo entendimento com Luisão e vão sem dúvida formar uma grande dupla. Começou o jogo um pouco mais nervoso do que é habitual mas não cometeu erros comprometedores, mas fica a ideia que no golo de Twente acaba por deixar o adversário cabecear demasiado à vontade. - 6

Emerson - Uma exibição portentosa do defesa esquerdo Benfiquista. A defender dá uma segurança excelente e quase nunca foi batido. No ataque esteve mais interventivo do que é habitual e muito bem no apoio. A continuar assim o lugar é dele. - 8

Javi Garcia - O nosso trinco fez uma bela exibição. Parece estar numa forma física muito boa. Recuperou inúmeras bolas e entregou com eficácia e segurança aos seus colegas. Ainda se afoitou algumas vezes no ataque. - 7

Witsel - O belga estreou-se hoje a marcar pelo Benfica e logo por 2 vezes. Um golo de belo efeito e um outro a culminar uma excelente jogada colectiva foram os 2 pontos altos do jogo de Witsel. Uma exibição fantástica de um jogador total, a roçar a perfeição quer no momento defensivo quer no momento ofensivo da partida, é um reforço na verdadeira acepção da palavra. - 9

Aimar - O 10 encarnado rubricou hoje mais uma óptima exibição. Está numa fase excelente de forma e está a dar sequência a boa série de exibições. Fisicamente parece também atravessar um grande momento. É sem dúvida dos jogadores mais importantes para a equipa. - 8

Nolito - O extremo espanhol pela primeira vez hoje não marcou num jogo oficial com a camisola Benfica. Fez uma exibição alguns furos abaixo dos jogos anteriores e demonstrou-se algo ansioso na definição do lances. - 6

Gaitán - O camisola 20 hoje fez um jogo mais aplicado do que nos tem habituado esta temporada. Mostrou-se voluntarioso a ajudar na defesa e também teve parte activa nalgumas boas jogadas colectivas. A subir de forma... - 6

Cardozo - O melhor marcador estrangeiro da história do clube esta noite ficou em branco, mas rubricou uma excelente exibição. Jogou... Fez jogar... Tabelou... Pressionou... Assistiu... Faltou o golo para culminar esta exibição de grande valia. Saiu perto do final do encontro perante um estádio de pé a aplaudir, o que espero que seja para continuar! - 8

Matic - O médio sérvio entrou na partida para ajudar na luta do meio campo quando o Twente já procurava atacar desesperadamente. Cumpriu com qualidade o que se lhe exigia. - 6

Bruno César - Entrou na partida juntamente com Matic mas no caso do brasileiro o objectivo era refrescar o poder ofensivo da equipa. Algumas arrancadas sem resultado prático, pouco se viu em jogo. - 5

Saviola - Entrou nos minutos finais para o lugar de Cardozo e não teve tempo para se mostrar.


O Benfica conseguiu assim almejar a tão desejada Liga dos Campeões. O primeiro objectivo da época está atingido, agora há que manter os pés bem assentes na terra e continuar a evoluir, acredito que mantendo este nível exibicional poderemos ter uma época de sucesso!

FORÇA BENFICA!!!


Fique a par de todas as novidades do "Mundo Benfiquista" seguindo o nosso espaço no Facebook AQUI.


E PLURIBUS UNUM!!!

3 Response to "Uma noite quase perfeita: Análise Individual"

.
Anónimo Says....

Deixa-me fazer-te um reparo... o 2º golo do Witsel, é tudo menos uma jogada individual... o Witsel mete no Aimar, o Aimar no Cardozo e é o Cardozo que o desmarca para a cara do GR. Se isto é uma jogada individual...

.
David J. Pereira Says....

Boas!

Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

http://davidjosepereira.blogspot.com/

Saudosos cumprimentos!

.
Krak Says....

Caro anónimo obrigado pelo reparo. Obviamente que queria escrever jogada colectiva pois foi isso mesmo que foi...
Por alguma razão ao reler me voltou a passar ao lado.


David J. Pereira vou comunicar aos meus colegas de blog a sua solicitação ;)

Leave A Reply