Mais do mesmo

Posted on domingo, agosto 19, 2012 by nçaz.


Já lá vão 8 anos sem ganhar a primeira jornada da Liga Portuguesa. Confesso que as minhas expectativas para esta temporada são nulas e este resultado acaba por ser o espelho daquilo que se avizinha da nova época. A imagem de Jorge Jesus está cada vez mais desgastada e os seus piores feitios vão permanecendo. Apesar das muitas críticas que tenho lido em relação ao onze inicial, confesso que, apesar de preferir ver o Benfica jogar no 4x5x1, gostei da primeira versão Sport Lisboa e Benfica 2012/2013. Um meio-campo com Salvio, Javi, Witsel e Bruno César, juntamente com Cardozo e Rodrigo no ataque. Percebo que se critique a saída de Martins do onze e até mesmo de Enzo Pérez, depois da boa pré-temporada que ambos realizaram, mas à bastante matéria prima – demasiada, até – do meio-campo defensivo para à frente e esta é uma das boas dores de cabeça que Jesus terá pela frente. Escolher os homens de cariz mais ofensivo para actuarem de início de cada jogo não irá ser tarefa fácil para o actual técnico do nosso clube. A primeira parte teve um ascendente encarnado, com Salvio, Chuta-chuta e Rodrigo sempre muito disponíveis e com um Witsel e Javi coesos defensivamente.

Foi, porém, na segunda parte que se deu o descalabro nesta jornada inaugural, algo que tem sido apanágio nestes últimos 8 anos. Dois erros de Melgarejo deitaram tudo a perder. A segunda falha, principalmente, que origina o golo dos minhotos apontado por Mossoró não está, sequer, ao nível dos Emersones do futebol. Contudo, e realizando aqui um papel de defesa pessoal do jovem paraguaio, deixo uma mensagem para os benfiquistas extremistas que adoram tirar conclusões precipitadas em relação à qualidade de alguns jogadores do actual plantel. Lorenzo Melgarejo tem qualidade para jogar neste clube. Não só qualidade como potencial para evoluir ainda mais. Não é, todavia, como defesa-esquerdo que o irá ter, como ficou provado esta noite. Quem viu alguns jogos do Paços de Ferreira certamente reparou num avançado móvel franzino, sem medo de partir para cima do adversário, com uma velocidade estonteante e portador de uma boa finalização. Esse jogador, actuando em posições mais avançadas do terreno, tem tudo para triunfar de águia ao peito.

E, terminando o assunto do lado esquerdo da defesa, as palavras de JJ demonstram uma vez mais que burro velho não aprende línguas. Os Fábios Coentrões não nascem das árvores e, não arranjando uma solução para posição tão carenciada, esta nova temporada promete ser tão boa com a anterior. A sua teimosia continua e pelas suas palavras bem que podemos esperar sentados em relação à vinda de um lateral esquerdo. A imagem de Melga será queimada por Jesus, e a da Jesus consequentemente queimada por Luís Filipe Vieira. Sim, esse grande presidente que prefere atirar bocas para o presidente rival e gastar 20 milhões em extremos. As eleições estão mesmo à porta e, apesar de se saber de antemão que LFV irá ganhar, devido à “ditadura” de estatutos e à falta de oposição, se Vieira quer ainda (re)conquistar algum crédito por parte de alguma massa associativa, convinha arranjar uma solução para o sector canhoto da defesa. Até lá, temos o Benfica B este domingo de manhã. E, por incrível que pareça, consigo ter mais expectativas nos “putos” do que na formação principal do Sport Lisboa e Benfica.

No Response to "Mais do mesmo "

Leave A Reply