A subvalorização de Amorim

Posted on terça-feira, dezembro 27, 2011 by nçaz.

Rúben Amorim não é nenhum jogador de topo. Não tem, por exemplo, a mesma classe que Witsel ou os “3 pulmões” de Ramires. Desengane-se também se pensa que é algum coxo ou mais um futebolista sem qualidade para estar no Benfica. Amorim é, digamos, um jogador muito útil no plantel actual. Há quem queira ver o ex-Belenenses pelas costas já neste mercado de Inverno, face às supostas propostas que o internacional luso tem recebido, segundo a comunicação social. Caso a sua saída se confirme, a não ser por vontade do próprio, é um erro tremendo ao estilo da venda de David Luiz em Janeiro ainda deste ano.

A importância de Rúben no plantel é extrema. Tem qualidade mais que suficiente para actuar no meio-campo, ocupando a posição de ‘8’ quando Axel Witsel estiver indisponível. É também o nosso único suplente de Maxi Pereira, apesar de estar patente que a posição de defesa-direito não é a sua predilecta. Recuando no tempo, mais precisamente para a primeira época de Jorge Jesus enquanto treinador do Sport Lisboa e Benfica, ficou à vista de todos as qualidades de Amorim e a sua utilidade. Certamente que as suas qualidades se mantêm desde aí e não tenho dúvida alguma que será bastante importante na caminhada para o 33º. Contudo, é compreensível que o atleta de 26 anos queira jogar com mais regularidade de modo a estar presente no Europeu 2012. Mas, a intenção deste post não foi debruçar-se sobre uma eventual saída do médio luso mas sim, sobre a importância do camisola 5 dentro do plantel, visto por muitos como um atleta completamente banal.

6 Response to "A subvalorização de Amorim"

.
Anónimo Says....

Num só texto dizeste tudo... espero bem que nao se concretize a venda/emprestimo, senao ao estilo da venda do david como referiste, será dar um passo atras para titulos!

.
jmarts16 Says....

É de facto um tema importante do plantel actual. Penso que se deve ter muita sensibilidade em casos como estes. Como referiste é normal que o jogador queira ter mais minutos de jogo, tendo 26 anos, muita qualidade e com um Campeonato Europeu à porta.
Colocando-nos como dirigentes do Benfica temos 2 cenários:
- estando o jogador de corpo e alma no Benfica é um erro tremendo não o aproveitar.
- caso contrário, a saída seria de equacionar.
Nada a dizer em relação ao valor do jogador mas a decisão tem de ser tomada por quem lá está dentro e não pode ter só em conta o valor do jogador.

.
L. Says....

pois é anónimo, e pois é trimble... mas é o próprio amorim que está a tornar impossível a sua permanência, com atitudes nocivas e demonstrando muito pouca vontade de ajudar o benfica, colocando uma muito improvavel ida ao euro a frente do benfica. mesmo que seja titular numa equipinha da treta algures na europa ele nao tem lugar na seleccao - sejamos serios... mas agarrado a esa ilusao esta a forçar a saida. desiludiu-me.

.
MS Says....

Abre-se um precedente grave se um jogador pode chantagear o clube a liberta-lo agindo de modo pouco profissional.
Quem quiser sair atraido por contas bancarias mais chorudas ou moinhos de vento, ja sabe com quem tem de discutir ou o que tem que dizer nos jornais. Isso nao e bom, muito menos a meio da epoca.
Por mim, ficava, ate porque nao estamos a falar de valores de transferencia exorbitantes- a nao ser que alguem pagasse o que ele vale em forma e concentrado na sua profissao, nao o que vale nesta versao de saldo.

Enzo e Ruben, a lembrar outros tempos. Alo, Sr Carraca?!

.
Krak Says....

Andava cheio dele e esta atitude só o vem demonstrar.

Sabendo a sua posição e estatuto no clube poderia continuar a ser util, assim... Prefiro que vá desde já embora.

Vedetismos que sinceramente não esperava que passassem as marcas.

.
Pedro Peralta Says....

Eu nunca gostei destas atitudes, seja dita a verdade, mas de que maneira se pode recriminar totalmente um jogador que SEMPRE foi profissional? Hão-de reparar que desde o inicio da época a relação Ruben-Jesus está detiorada e a piorar a cada dia. A verdade é uma: o JJ em palavreado para os jornalistas é só elogios e beca beca, mas depois ele é totalmente subvalorizado pelo treinador na prática. E o que conta é a prática... Aliás, quem devia ler o excelente post do Trimble (parabéns pela qualidade e timing btw) era o proprio treinador. Quantos jogos, até na época passada antes da lesão, é que o Ruben podia ter sido 8? A posição onde ele é melhor e é bom! A única vez que jogou no meio-campo este ano fez o melhor jogo da época: United em casa.

Outra coisa é: nós não sabemos tudo o que se passa. É mau ser publico, confesso. Mas há limites para toda a gente e sei que o JJ não é propriamente a melhor pessoa para gerir um jogador que quer jogar. Simplesmente isso, quer trabalhar... jogar. O que se tem passado? Como tem sido tratado? Já pensaram que se calhar é uma revolta contra pessoas e não contra o clube? O problema é ele ser Benfiquista, toda a gente saber e agora exigir provas disso mesmo.

Com este comentário não quero fazer de advogado do diabo. Reprovo sempre estas atitudes de rebeldia, principalmente quando existem conversações de saída a pairar no ar. O RA não tem razão para fazer o que faz, mas é preciso compreender. Sobretudo quando não se sabe nada (isto porque o que leio na CS deito mentalmente fora).

Obrigado a todos pela participação e continuem a acompanhar. :-)

Leave A Reply